Como fazer compras com uma criança pequena?

Ou faça uma mercearia durante os horários em que seu cônjuge estiver em casa para cuidar de seu filho
Se possível, deixe seu filho com um amigo ou vizinho, ou faça uma mercearia durante os horários em que seu cônjuge estiver em casa para cuidar de seu filho.

Fazer compras com uma criança pequena pode se tornar uma experiência desafiadora se não for planejado corretamente. As crianças têm a tendência de pegar itens das prateleiras, fugir do carrinho ou fazer uma cena enquanto seus pais estão tentando fazer as compras. No entanto, com um plano e alguma paciência, você pode transformar uma tarefa do dia-a-dia em uma oportunidade de aprendizado e união.

Método 1 de 2: planejando a viagem ao supermercado

  1. 1
    Escolha um momento em que seu filho estará feliz e acordado. Se seu filho tirar uma soneca por volta das 13h todos os dias, não comece a fazer compras às 12h30. Escolha um momento em que seu filho esteja alerta, alimentado e feliz.
    • Se necessário, leve lanches e bebidas no carro para evitar levar uma criança irritada e faminta ao supermercado.
  2. 2
    Planeje sua rota para o supermercado com antecedência. Se você planeja ir a várias lojas, planeje sua rota com antecedência. Se necessário, planeje intervalos com atividades divertidas para seu filho, como parar no parque próximo a uma das lojas. Se essas paradas extras vierem depois de você ter comprado seus mantimentos, não se esqueça de trazer um refrigerador no carro para manter seus produtos perecíveis frios.
    • Você também deve levar em consideração o clima se estiver planejando intervalos ao ar livre com seu filho, já que parar em dias quentes ou chuvosos pode ser menos do que ideal para brincar.
    • Esteja preparado para potencialmente perder algumas lojas se seu filho ficar extremamente irritado ou cansado. Planeje primeiro suas paradas mais importantes, portanto, caso precise abandonar suas tarefas, pelo menos faça o que mais precisa.
  3. 3
    Faça uma lista de compras. Ao fazer compras com crianças, o tempo é valioso, o que significa que você não pode perder tempo vagando pela loja ou pensando no que comprar. Faça uma lista de compras detalhada com antecedência para ter um plano de ação claro.
    • Se necessário, organize sua lista por localização na loja, de modo que você possa percorrer toda a loja para obter tudo o que precisa. Se você tiver cupons ou outros vouchers, certifique-se de que eles estejam organizados também para que você possa pegar rapidamente o que precisa.
    • Criar uma lista de compras não apenas ajuda a evitar idas desnecessárias à loja porque você esqueceu algo, mas também ajuda a economizar dinheiro ao se dedicar a compras menos impulsivas. Para evitar que seu filho queira comprar guloseimas e itens desnecessários, certifique-se de que ele saiba que você comprará apenas os itens da lista. Você pode até deixá-lo escolher algo para colocar na lista para que ele aceite mais prontamente a lista como final.
    Não comece a fazer compras às 12h30
    Se seu filho tira uma soneca por volta das 13h todos os dias, não comece a fazer compras às 12h30.
  4. 4
    Estabeleça expectativas para seu filho. Se seu filho não sabe o que se espera dele, explique-lhe como é a mercearia e como você espera que ele se comporte.
    • Antes de sair para a loja, explique ao seu filho o que está acontecendo. Seja claro e diga coisas como "Estamos indo para a loja. Deve levar apenas 20 minutos se você for bom. Preciso que você fique comigo na loja".
    • As regras dependerão do que você deseja fazer como pai e do que seu filho pode fazer. As regras possíveis incluem ficar perto da mãe, não tocar nos itens das prateleiras, não correr na loja ou sempre ter a mão no carrinho.
    • Ter regras consistentes sempre que for às compras ajudará seu filho a associar a loja ao comportamento. Reitere essas regras antes de cada viagem de compras para incuti-las em seu filho.
  5. 5
    Evite fazer compras quando seu filho estiver com fome. Certifique-se de que seu filho comeu um lanche saudável antes de fazer compras. Isso evita que ele lhe peça para comprar algo; se seu filho está com fome na loja, é mais provável que ele deseje tudo o que vir.
    • Você também pode levar uma garrafa de água reutilizável com você, para não ter que comprar uma bebida não saudável para seu filho toda vez que ele ficar com sede.
  6. 6
    Use um jogo para ensinar seu filho a fazer compras no mercado. Arrume uma pequena mesa e coloque sobre ela os itens que você normalmente compraria em um supermercado. Organize-os em grupos com base em onde você encontrará esses itens na loja. Use dinheiro falso para praticar a compra e venda de coisas com seu filho.
    • Finja que você é o vendedor. Faça com que seu filho escolha os itens que deseja comprar e coloque-os em uma 'cesta de compras' (pode ser uma sacola comum). Como alternativa, peça a seu filho que venda os produtos e peça para comprá-los dele. Brincar com o dinheiro falso também pode ajudar seu filho a se familiarizar com os números.
  7. 7
    Considere outras opções. Se seu filho tende a se comportar mal no supermercado, considere não levá-lo junto para que suas compras sejam mais eficientes. Se possível, deixe seu filho com um amigo ou vizinho, ou faça uma mercearia durante os horários em que seu cônjuge estiver em casa para cuidar de seu filho.
    • Se você tem amigos em situações semelhantes, revezem-se para fazer compras e cuidar dos filhos uns dos outros.
    • Alguns supermercados oferecem até que as crianças ficam sentadas gratuitamente enquanto os pais fazem compras, o que é uma ótima opção se você estiver com pressa ou precisar comprar muitos itens.
Bebidas no carro para evitar levar uma criança irritada
Se necessário, leve lanches e bebidas no carro para evitar levar uma criança irritada e faminta ao supermercado.

Método 2 de 2: no supermercado

  1. 1
    Verifique se o supermercado tem um carrinho projetado para seu filho. Algumas lojas têm um carrinho de compras que inclui um assento para seu filho. No entanto, esses assentos nem sempre são considerados seguros. Como alternativa, você pode comprar uma inserção de assento que manterá seu filho com segurança e conforto.
    • As crianças não devem empurrar carrinhos sozinhas, a menos que seja um carrinho de tamanho infantil. Alguns supermercados têm carrinhos que seu filho pode empurrar atrás de você enquanto você faz compras. Dar a seu filho a responsabilidade de empurrar seu próprio carrinho pode ajudá-lo a se comportar adequadamente.
  2. 2
    Envolva seu filho nas compras de supermercado. Faça seu filho sentir que está ajudando, envolvendo-o no processo de compra. Isso fará com que o tempo passe mais rápido e pode se tornar uma valiosa experiência de aprendizado para seu filho.
    • Faça uma lista de compras para cada criança e peça-lhes que risquem os itens à medida que forem colocados no carrinho. Para crianças menores que não sabem ler no carrinho, isso pode ser tão simples quanto imprimir ou fazer desenhos de alguns itens básicos de mercearia, como leite, pão ou maçãs.
    • As crianças mais velhas podem escrever sua própria lista e riscar as coisas à medida que forem encontradas.
  3. 3
    Envie crianças mais velhas para encontrar itens específicos. Se você se sentir confortável em deixar uma criança mais velha fora de sua vista, peça que ela encontre alguns itens da lista por conta própria.
    • A maneira mais segura de fazer isso é ficar no mesmo corredor que seu filho, mas fazer com que ele procure uma marca ou ingrediente específico. Isso não apenas mantém seu filho entretido, mas também ensina habilidades de leitura e aprendizado.
    • Certifique-se de ser muito específico com seu filho sobre o ingrediente que deseja que ele encontre, caso contrário, sua viagem pode demorar muito mais, pois você substitui tudo que seu filho encontrou.
  4. 4
    Dê ao seu filho uma responsabilidade específica. Coloque seu filho no comando de alguma coisa, como cupons ou lista de compras. Isso lhe dará um senso de responsabilidade e ajudará sua viagem a se manter organizada.
    • Use seu bom senso para dar a seu filho um trabalho que ele possa administrar. Se você estiver fazendo compras com vários filhos, peça a um filho mais velho para cuidar de um filho mais novo, certificando-se de que eles se comportam e ajudando-os se precisarem de alguma coisa.
    Considere não levá-lo junto para que suas compras sejam mais eficientes
    Se seu filho tende a se comportar mal no supermercado, considere não levá-lo junto para que suas compras sejam mais eficientes.
  5. 5
    Transforme a viagem de compras em uma oportunidade de aprendizado. Você pode transformar a ida ao supermercado em uma oportunidade de aprendizado, jogando jogos pela loja. Por exemplo:
    • Peça ao seu filho que conte o número de bananas do cacho, jogue I Spy para que ele procure letras ou palavras, ou que ele identifique as cores de certos alimentos.
    • As crianças mais velhas podem ajudar com a matemática e podem somar o custo de certos itens ou descobrir qual item é mais barato. Adapte os jogos aos níveis de aprendizagem e aos interesses de seu filho.
  6. 6
    Recompense seu filho por bom comportamento. Por mais estressante que seja uma experiência de compra para os pais, pode ser ainda mais estressante para os filhos. Se seu filho fez um bom trabalho, elogie-o e talvez até dê uma recompensa.
    • Elogiar seu filho por um trabalho bem feito aumentará sua confiança e aumentará a probabilidade de que ele se comporte bem na próxima ida às compras.
    • As possíveis recompensas podem ser escolher uma guloseima favorita para levar para casa ou recompensá-lo com tempo extra de jogo quando você chegar em casa. Use seu julgamento para decidir o que funcionará melhor para seu filho.

Pontas

  • Fazer compras com crianças pequenas não precisa ser estressante. Com um planejamento cuidadoso e atividades intencionais, pode ser uma experiência agradável para todos os envolvidos.
  • Considere pedir a seu filho que o ajude a desempacotar seus itens de mercearia quando você chegar em casa.

Aviso Legal O conteúdo deste artigo é para sua informação geral e não se destina a ser um substituto para consultoria jurídica profissional ou financeira. Além disso, não se destina a ser invocado pelos usuários na tomada de quaisquer decisões de investimento.
Artigos relacionados
  1. Como limpar a última página lida do seu livro Kindle?
  2. Como fazer root no Kindle Fire HD?
  3. Como estilizar roupas de brechós?
  4. Como comprar computadores Apple usados?
  5. Como conseguir livros grátis para seu kindle no projeto gutenberg?
  6. Como concluir um pedido de entrega somente no comprador do navio?
FacebookTwitterInstagramPinterestLinkedInGoogle+YoutubeRedditDribbbleBehanceGithubCodePenWhatsappEmail